MAIS DO QUE UMA CAMPANHA, UMA CAUSA.

BLOG
OUTUBRO ROSA

CUIDE-SE. E CUIDE DE QUEM VOCÊ AMA. NESTE OUTUBRO ROSA, SEJA VOCÊ TAMBÉM UMA GUARDIÃ DA VIDA.

09/10/2019 17:56 PM
CUIDE-SE. E CUIDE DE QUEM VOCÊ AMA. NESTE OUTUBRO ROSA, SEJA VOCÊ TAMBÉM UMA GUARDIÃ DA VIDA.

A campanha OUTUBRO ROSA nasceu na década de 1990, nos Estados Unidos, para incentivar a população a participar do movimento para controle do câncer de mama.

O LAÇO ROSA É O SÍMBOLO INTERNACIONAL DA LUTA E PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA.

Desde quando começou, o Outubro Rosa já contribuiu, e muito, para diminuir o número de mortes pela doença. Mesmo assim, os casos ainda são muito altos.

TUDO O QUE UMA GUARDIÃ DA VIDA PRECISA SABER SOBRE CÂNCER DE MAMA.

Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. Mas a maioria dos casos tem boas chances de cura.

A boa notícia é que ele pode ser diagnosticado antes que surja qualquer sintoma. Isso representa um tratamento menos agressivo e maiores chances de tratamento e cura.

A MAMOGRAFIA É UM EXAME MUITO IMPORTANTE!

O Ministério da Saúde e o INCA recomendam que mulheres de 50 a 69 anos façam mamografia a cada dois anos. Já a Sociedade Brasileira de Mastologia indica o exame anual a partir dos 40 anos. Com menos de 40 anos, a mamografia não se mostra efetiva, devido às características das mamas das mulheres mais jovens.

Mulheres com risco elevado, como histórico familiar, devem conversar com o seu médico para avaliação e planejamento individualizado de exames de imagem preventivos.

QUEM É GUARDIÃO DA VIDA DIVIDE ESSAS INFORMAÇÕES COM QUEM AMA.

Quais são os sinais ou sintomas de um câncer de MAMA?

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor, duro e irregular, mas há tumores que são de consistência branda, globosos e bem definidos. Outros sinais de câncer de mama são:

- Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.

- Alterações no bico do peito (mamilo).

- Pequenos nódulos embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço.

- Saída de líquido anormal das mamas.

- Mudança no formato das mamas, com assimetrias (tamanhos diferentes ou irregulares).

O autoconhecimento é muito importante. Saber o que é normal em seu corpo, nas suas mamas, e quais as alterações consideradas suspeitas. Tudo isso é fundamental para a detecção precoce da doença. E é aí que entra o autoexame. Ele não determina nada, mas pode ajudar a mulher a perceber alguma mudança e então procurar um médico.

Mas, o ideal, é fazer consultas anuais, porque os exames preventivos ainda são a melhor forma de saber se está tudo bem. E, se não estiver, pelo menos é possível detectar o problema em seus estágios iniciais.

Como é possível prevenir um câncer de MAMA?

A prevenção do câncer de mama não é totalmente possível em função de muitos fatores relacionados ao surgimento da doença e ao fato de que vários deles não serem possíveis de se modificar. De modo geral, a prevenção baseia-se em controlar os fatores de risco e estimular os fatores de proteção.

Os principais fatores de risco comportamentais, são excesso de peso corporal, falta de atividade física e consumo de bebidas alcoólicas.

Ou seja: boa alimentação, atividade física e evitar o álcool.

150 MINUTOS DE ATIVIDADE FÍSICA NA SEMANA PODEM AJUDAR A DIMINUIR OS RISCOS DE CÂNCER DE MAMA.

Por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de desenvolver câncer de mama.

10 FATOS IMPORTANTES SOBRE O CÂNCER DE MAMA

1. Uma em cada 8 mulheres nascidas hoje vão desenvolver câncer de MAMA durante a vida.

2. Cerca de 85% dos casos de câncer de MAMA são diagnosticados em mulheres sem antecedente familiar da doença.

3. Hoje, uma mulher diagnosticada com câncer de MAMA – na fase inicial – tem cerca de 90% de chance de ser curada.

4. De 5% a 10% de pacientes com câncer de MAMA têm a forma hereditária da doença.

5. Homens também podem ter câncer de MAMA, embora seja muito mais raro: 1 em cada 1.000 casos.

6. Em 2016, foram previstos aproximadamente 58 mil novos casos de câncer de MAMA no Brasil, sendo 28% deles diagnosticados no mesmo ano.

7. De acordo com os dados populacionais da Região Metropolitana de Campinas, surgem cerca de 1.120 novos casos de câncer de MAMA por ano.

8. Estima-se que 30% dos casos de câncer de MAMA possam ser evitados quando são adotados hábitos saudáveis.

9. A mamografia como rastreamento é a medida mais efetiva para reduzir a mortalidade pelo câncer de MAMA.

10. O câncer de MAMA é ainda a principal causa de morte por câncer feminino no mundo todo.

Procure seu médico. Faça exames preventivos.

O DIAGNÓSTICO PRECOCE CONTINUA SENDO A AÇÃO MAIS VALIOSA!

Fonte: Instituto SonHe. Saiba mais em www.sonhe.med.br

VEJA TAMBÉM